Com vitória na Rússia, Alexandre Augusto garante o título da Iniciante

Imagem: Autosport

Pra ser campeão, vários atributos são necessários ao atleta. Técnica, determinação, dedicação, talento. Mas um fator, que não está ao alcance do competidor é necessário pra que ele realmente garanta o título: a sorte. E isso foi o que não faltou a Alexandre Augusto (Haas) no GP da Rússia na Categoria Inciante da Liga da Velocidade. Largando cercado por concorrentes diretos, o piloto baiano viu cada um deles saindo da prova, ficando com caminho livre para vencer a penúntima etapa do campeonato e garantir o título da competição. Com quatro vitórias em sete etapas, o piloto da Haas coroou com uma boa vitória na Rússia uma temporada bastante regular, que conseguiu mesclar a técnica e a inteligência.

Qualificação: 

A briga pela liderança no grid de largarda foi recheada de muita emoção. Ao contrário dos circuitos anteriores, a diferença entre o tempo mais rápido e o quarto colocado foi menor que 1s. O líder do campeonato largou na frente mais uma vez. Alexandre Augusto marcou 1:31,611, seguido por Ricardo Aragoni (Toro Rosso), com 1:31,858. Completaram a segunda fila Jean Victor Espíndola (Toro Rosso), com o tempo de 1:31,981, seguido por Gerson Alves (Haas), com 1:32,280

Corrida

A largada do GP do Rússia foi sem acidentes, mas cercada de muita agressividade. Alexandre largou bem, assim como os outros competidores que estavam nas quatro primeiras colocações. Nos primeiros quilômetros o piloto baiano teve que se defender de uma série de ataques dos primeiros carros do grid. 

Nas primeiras voltas, parecia que a a penúltima etapa do campeonato não ia ser nada fácil para Alexandre Augusto. O líder do campeonato até conseguia se defender bem dos ataques dos adversários, mas não iria aguentar a pressão por muito tempo. Foi nesse momento que a sorte de campeão fez a diferença. Nesse caso, a sorte chegou por meio de acidentes na reta final. 

Faltando seis voltas para o final, Gerson Alves e Ricardo Aragoni, em momentos diferentes da pista, se envolveram em acidentes. O primeiro deles foi Gerson, que durante uma curva acabou batendo no muro e acabou indo para a última posição do grid. Depois foi Aragoni, que durante uma ultrapassagem acabou se chocando com outro carro e saiu da pista. Com o caminho livre, o trabalho ficou fácil para Alexandre levar a prova e o título da temporada.

A última etapa da Categoria iniciante da Liga da Velocidade será em Monaco, na próxima terça-feira, 11.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.