E-Sports – Leonardo Sirotheau vence o GP da China e embola a briga pela liderança do Campeonato

Três provas, três vencedores diferentes. Assim, está a temporada de F1 Clássicos da Liga da Velocidade.

Em corrida disputada sob chuva fraca, Leonardo Sirotheau conquista a primeira vitória na temporada 2018.2,  entrando na briga pelo campeonato. Bruno Matos foi o segundo e Cássio Ferreira chegou em terceiro.

Leonardo Cavaleiro fez a pole position, seguido por Bruno Matos e Leonardo Sirotheau. Pablo Tiago, fazendo sua estreia na Liga, fez o quarto melhor tempo. João Luís, Cássio Ferreira, Weverton Meirelles (também estreante),Renato Francisco,  Márcio Reis, Laércio Konzen, Waner Lima e Jerônimo Bastos completaram o grid.

A corrida começou com Bruno Matos chegando no autódromo com o regulamento do campeonato debaixo do braço e deu uma cópia para cada piloto colocar no cockpit. Segundo o mesmo, antes de tentar ultrapassá-lo ou defender-se, devem os competidores consultar se sua conduta está dentro do regulamento:

“Resolvi fazer isso em face das minhas últimas batidas, que me tiraram pontos preciosos na luta pelo campeonato”

Cavaleiro chegou na China após uma temporada em terras baianas, garantindo que seu foco agora é campeonato:

“Deixei o Ilê Aiyê na Bahia e vim correr”

A corrida começou com disputas acirradas de posições, com Leonardo Cavaleiro se mantendo na ponta, seguido por Bruno Matos e Leonardo Sirotheau. Com pouco tempo de corrida, Cássio Ferreira já aparecia na quarta colocação, após ter largado em sexto.

Leonardo Cavaleiro e Bruno Matos disputaram a primeira colocação até a quarta volta,  com bonita ultrapassagem de Bruno, porém, umas curvas a frente ambos se tocaram, deixando o caminho livre para Sirotheau tomar a dianteira e não largar mais.

Destaque foi a disputa de posição entre Leonardo Cavaleiro e Cássio Ferreira, que duelaram durante várias voltas pela segunda posição e pela terceira posição.

Ao final da corrida, Leonardo Cavaleiro falou:

“Esse menino Cássio tem futuro. Ele me desafiou sem medo”

O grande campeão Renato Francisco foi o destaque negativo da prova. Largou atrás, colocou o pneu chuva quando o Slick rendia e chegou uma volta atrás do líder. A Liga da Velocidade não se acostumou a ver Renato no pelotão de trás.

Um mistério pairou na pista: o que aconteceu para João Luís (BiguimanBR) ser desclassificado? Tinha blitz da Lei Seca na pista? A cadeira quebrou? As câmeras não flagraram a saída do piloto.

A classificação final do GP da China, ficou da seguinte forma:

  1. Leonado Sirotheau
  2. Bruno Matos
  3. Cássio Ferreira
  4. Leonardo Cavaleiro
  5. Jerônimo Bastos
  6. Weverton Meirelles
  7. Márcio Reis
  8. Waner Lima
  9. Renato Francisco
  10. Laércio Konzen
  11. Pablo Tiago
  12. João Luís

Com o resultado da corrida, Leonardo Sirotheau assume a ponta do campeonato, com 52 pontos, seguido por Cássio Ferreira, com 50 pontos e Leonardo Cavaleiro, com 41 pontos, pontuação estas ainda sem os descartes.

A próxima etapa será na Inglaterra – Autódromo de Silverstone, berço do automobilismo e de Williams FW18 – 1996.

Abaixo, a transmissão da corrida:

 

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.