E-Sports – GP da Itália: Chuva, punições e Vitória de Sirotheau.

Leonardo Sirotheau obteve a terceira vitória na temporada, em um GP da Itália da Liga da Velocidade marcado por forte chuva, muitos erros e punições.

Leonardo Cavaleiro chegou em segundo e Cássio Ferreira foi o terceiro colocado.

O treino qualificatório foi realizado com pista seca, com destaque para a primeira pole position de Bruno Matos na Liga da Velocidade. Jerônimo Bastos surpreendeu e conquistou a segunda colocação no grid e Leonardo Cavaleiro foi terceiro.

O qualifying ficou da seguinte forma:

  1. Bruno Matos
  2. Jerônimo Bastos Júnior
  3. Leonardo Cavaleiro
  4. Pablo Tiago
  5. Leonardo Sirotheau
  6. Cássio Ferreira
  7. Renato Francisco
  8. Márcio Reis
  9. Weverton Meirelles
  10. Waner Lima

Ao contrário do qualifying, a corrida foi debaixo de forte chuva, tendo todos os pilotos dificuldade de domar a Ferrari 2002.

Após a largada, a primeira chincane foi um festival de punições, visto que a maioria cortou caminho.

Após as cortadas de curva da 1ª chincane, Leonardo Sirotheau assumiu a liderança até a 5ª volta, quando errou e  Bruno Matos e Leonardo Cavaleiro passaram.

Na segunda volta, o atual campeão Renato Francisco rodou quando estava na terceira posição e caiu para sétimo, após o retorno à pista.

Weverton Meirelles fez uma boa corrida, chegando a disputar a 3ª posição com Leonardo Cavaleiro e também com Cássio Ferreira, porém pegou 28 segundos de punição, terminando na quinta colocação.

Na volta 18, houve um acidente entre Márcio Reis, que perdeu a traseira do carro e atingiu Pablo Tiago.

A corrida tinha tudo para se encaminhar para Bruno Matos ou Leonardo Cavaleiro. Porém, Cavaleiro parou nos boxes para trocar pneu faltando 6 voltas para o final, deixando Matos na liderança e Sirotheau em segundo.

Bruno, que pela segunda vez na temporada achava que estava com pneu Michelin (o pneu que dura, dura e dura), teve seu pneu furado no fim da corrida, deixando a liderança de mão beijada para Sirotheau, que parou somente uma vez, conduzindo com calma até o fim e chegou 14 segundos na frente de Cavaleiro, porém teve 25 segundos de punição e Cavaleiro teve 10 segundos.

Ao final da corrida, Cavaleiro comentou sobre a corrida:

“Toda pista que exigir frear o mais forte possível e fazer contornos não complexos, não é comigo. No f1 ainda me distraio vendo o tempo dos outros, ajustando o combustível e o desgaste do pneu. Tudo isso tira meu olho dos pontos de frenagem, aí erro”

Bruno Matos lamentou sua estratégia de pit stop:

“Errei em não economizar pneus. Estava voando atrás do Cavaleiro”

O resultado final da corrida ficou o seguinte:

  1. Leonardo Sirotheau
  2. Leonardo Cavaleiro
  3. Cássio Ferreira
  4. Renato Francisco
  5. Weverton Meirelles
  6. Jerônimo Bastos Jr
  7. Pablo Tiago
  8. Bruno Matos
  9. Waner Lima
  10. Márcio Reis

Após a vitória, Sirotheau abriu 19 pontos sobre Cavaleiro, ainda sem considerar os descartes.

A próxima corrida será a penúltima etapa e será disputada no Bahrein, na próxima segunda-feira, dia 23 de julho.

Abaixo, o vídeo da corrida:

 

 

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.